Bem-vindo

Venha e junte-se a nós

  • Simples para publicar
  • Rápido feedback
  • Compartilhe com o mundo
/

Ou logue usando:

Esqueceu a Senha?

Capítulos (1 de 7) 07 Mar, 2019

Enri:Entre as escolhas e a sombra

Enri:entre as escolhas e a sombra

Eram boas horas da tarde quando Atros tinha acordado,o sol estava quase se pondo,pessoas preparavam suas lâmparinas,o guia estava se preparando para partir e Elliz junto da filha do guia estavam na carroça.

[Elliz]:"então está preparado pra proxima festa?"

[Atros]:"...quantos faltam?"

[Elliz]:"como?"

[Atros]:"Eu perguntei quantos faltam para que isso termine,já estou cansado dessa brincadeira de caça ao tesouro e quanto mais estranho melhor,mas em que tipo de loucura estamos nos envolvendo e o que isso tudo tem haver com as guerras?"

[Elliz]:"calma uma hora eu direi o necessario mas minha familia se baseia apenas em cultivadores.Plantar,cuidar,poldar e recolher os frutos sempre foi nossa função" olhando com raiva para ela Atros fala"isso não tem nada haver com o que disse" apontando com o dedo na cara dele Elliz fala"mas cortar arvores mortas e arrancar frutos podres também faz parte de nossa "função"

[Atros]:"Guu aonde vamos agora cultivadora?"

[Elliz]:"Muito bem heroi é assim que se fala,houve uns problemas em uma cidade um pouco longe daqui por isso nosso amigo zinac é o melhor para esse serviço "

[Guia]:"Ao seu dispor senhorita usar bestas zumbis ao invez de cavalo normais fazem meu negocio mais faceis pra mim e eu não queria que um certo alguem viesse comigo em toda e qualquer viagem bem sinto dizer senhorita Elliz mas sua tragetória é no meio do nada,tem certeza que é pra esse lugar que está indo?"

[Elliz]:"Não se incomode de qualquer jeito a outra parte do caminho teremos que ir a pé"

[garota]:"Vocês vão para o vale de Hackawrds certo?meu pai falou um pouco antes será um caminho dificil para se escalar sem equipamento ou um grupo de apoio"

[Elliz]:"É um local bem inclinado mas tem uma boa quantidade de arvores por lá que podem ser usadas como ponto de apoio na subida ou um local para descansar,como disse antes é uma caça a tesouros então dividir com muitos vai complicar depois"

[Guia]:"Até um maluco tem razão quando paga,vamos logo assim chegaremos ao amanhecer"

O cavalo zumbi começa a correr em alta velocidade,saindo da cidade em poucos minutos.Elliz esta segurando firme nas laterais da carroça enquanto Atros está olhando para o chão "Tem certeza que você pode fazer aquilo?" pergunta ele enquanto levanta a cabeça na direção de Elliz "ainda duvida?"ela saca a espada da cintura e a movimenta na direção do guia e sua filha.Suas cabeças são cortadas,sangue se espalha pelos panos da carroça e o cavalo perde o controle.

[Atros]:"QUE-" nada tinha acontecido

[todos]:"que?"todos olham fixamente para Atros que fica sem ação após a cena.

[Elliz]:"Darei mais detalhes quando chegarmos até lá descanse,não é como se nosso objetivo fosse fugir de nós.Tá tão sem graça ei você gostaria de ouvir uma historia?" Ela olha para a garota com um grande sorriso.

[garota]:"Eu sempre estive lendo historias e lendas então é provavel que já tenha ouvido esta" mesmo assim ela ainda parece excitada com a ideia de Elliz.

"Não se incomode,me empreste a orelha pois tenho certeza que você vai gostar" ela se senta do lado da garota e começa a contar com um tom sério"Era uma vez um jovem garoto que vivia junto de sua familia comum e calma,em uma cidade calma e todas as pessoas eram exatamente iguais todos os dias,suas escolhas,palavras e ações nada de interessante acontecia.Para o pequeno garoto aquele lugar era...vazio,então ele decidiu nunca mais viver os dias igualmente,ele não queria dormir na mesma cama todos os dias,olhar para as mesmas pessoas todos os dias e ouvir as mesmas palavras todos os dias.Ele fugiu de casa e decidiu ser alguem capaz de fazer o que queria e no final ver mais que a calmaria de sempre,no fim de suas escolhas ele se tornou um heroi e partiu para enradicar o mau e assim estava vivendo como queria mas depois de um tempo ele notou que era o que ele fazia que tornava as pessoas tão monotonas.A felicidade poderia estar do lado dele mas as familias daqueles que estavam morrendo perderiam cada traço de alegria,jogava na miseria a chance de vitoria daqueles que estavam no lado inimigo e obteram o nome de "mau" .

Quando percebeu isso o garoto se jogou as cinzas e refletiu sobre tudo o que havia feito,um amontoado de corpos em decomposição não eram quentes o suficiente para que sua chama de sanidade se manter-se,logo sentiu falta de seus pais e daqueles que ele achava chato.

No fim ele queria aquela paz de volta mesmo sendo impossivel o pobre garoto queria voltar mas o caminho estava tão errado que ele não pode fazer nada além de abrir mão de sua felicidade e seu nome de heroi,passando o resto de sua vida tentando recriar aquilo que o próprio destruio.FIM"

[garota]:"me sinto mal pelo menino heroi ele só queria dar um passo além do que já conhecia"

[guia]:"Essa historia é medonha,espero não lembrar dela quando for dormir"

Todos ficam calados até o final da viagem.Horas depois todo o terreno havia mudado,tinha poucas arvores ao redor e rochas cercavam todo o lugar,andando mais um pouco a carroça não podia ir além pois as rodas iriam ficar presas ou a carroça não passaria."Chegamos é aqui que nossa viagem acaba" diz o guia com o olhar de cansaço

[Elliz]:"Vamos Atros nosso conto ainda precisa de um fim digno"

Os dois saem da carroça e começam a caminhar para dentro do vale.

[guia]:"Essa deve ser nossa ultima viajem,melhor tomarem cuidado crianças idiotas.Se jogar de cara em qualquer lugar por causa de dinheiro não vai fazer bem pra vocês"

[Elliz]:"Adeus Zinac mas é bom você se cuidar pois está parecendo mais morto que seu cavalo"

[Guia]:"vamos indo..." a carroça parte em direção oposta a Elliz e Atros,"Eles são bons exploradores não são pai?,indo a um lugar como aquele em busca de reliquias"

[Zinac]:"Exploradores não procuram usando espadas mas independente do que eles estejam fazendo vou torcer para que consigam e rezar para que deus perdoe as suas almas caso o que eles estejam indo atrás seja mau"

"Eu não tinha certeza se você iria conseguir fazer tudo sozinho dessa vez por isso vou acompanha-lo,mas terminar o serviço é a sua parte de qualquer jeito" fala Elliz enquanto caminha rumo ao vale."Estamos procurando uma grande cratéra então imagino que não esteja tão longe daqui"...mesmo após algumas horas Atros não fala nada.

[Elliz]:"Vamos procurar algo pra comer,talvez sua cara melhore depois de um pedaço de carne...fala alguma coisa!"

[Atros]:"E se eu quiser desistir desse destino de heroi?desistir de reviver minha familia e me esconder em algum lugar onde possa ficar apenas eu e meu medo até meus ultimos dias?"

[Elliz]:"Seu conto ainda não acabou e um heroi tem que fazer o que sua função pede,esse é o caminho do heroi"

[Atros]:"Então seja você a heroina,você tem mais capacidades que eu e já sabe o que tem que fazer desde o inicio,na verdade,você que matou minha familia e dizimou minha cidade.Colocou o peso sobre mim pra impedir que os aliados ataquem meu pais,posso até ser o representante da familia mas ela se quer existe.Eu fui idiota com as escolhas pensando que você poderia concertar o seu erro mas agora não ligo mas pra isso"

[Elliz]:"Então... você quer ir embora?" seu sorriso de sempre se desfez e ela põe sua mão sobre a espada"o lider da familia que deu um fim definitivo a terceira onda,teria o nome mais famoso dentro do exercito e ainda é um espadachim de primeira linha e ainda quer abrir mão de tudo pra viver longe disso?"

[Atros]:"Sim por favor sei quão ambicioso isso é mas é minha escolha pelo menos e dessa vez é por mim mesmo"

[Elliz]:"Saque sua espada,não usarei minha habilidade contra você deixando tudo no nivel de um combate de humanos se me vencer eu revivo sua familia e deixo tudo como era antes"

[Atros]:"Suas decisões sempre são as mais merdas,mas foi uma es escolha minha" ambos sacam suas espadas e ficam se encarando,ainda era poucas horas da manhã e tempo estava extremamente limpo.As folhas das arvores e plantas estavam brilhando ao receber a luz do sol e as flores enfeitavam a area são cortadas com um rapido ataque da espada de Atros,segurando-a com as duas mãos ele da um corte vertical na direção de Elliz que apenas se esquiva girando em torno dele,ela o contra-ataca tentando perfura-lo.Ele puxa de sua bolsa uma bola de papel com combustivel solido usado em lâmparinas e joga o liquido que ele usa para tirar a ferrugem da espada em cima fazendo uma cortina de fumaça.

[Elliz]:"wow-Então pra você vale usar qualquer coisa para vencer hihi se continuar agindo assim não vou mais poder chama-lo de heroi"

Ela joga a espada em direção a fumaça para corta-lo mas não o encontra até ver a sombra de sua capa e sorrindo ela pula atacando"PEGUEEII...hã?"era um galho de arvore com a capa de Atros presa nela "quase" diz ele em cima da arvore enquanto joga uma lâmparina no chão onde pega fogo e faz com que a fumaça começe a pegar fogo também.

Elliz pula saindo da cortina de chamas apagando o fogo de seu vestido e olha para a arvore onde Atros estava mas ele havia saido e mesmo olhando para as outras ele não estava mais lá,as arvores estavam queimando e não havia caminho para ele fugir quando então ele sai das chamas usando sua capa para se proteger deixando expostos apenas sua mão que segura a capa e sua espada,Elliz não tinha prestado atenção na area que tinha pegado fogo e isso fez seu ombro ser perfurado.

[Elliz]:"Heh você estava mirando no meu pescoço certo?triste de sua parte por ter falhado por tão pouco...ugh se não tivesse dado um passo para trás antes"

Ela segura a mão de Atros para ele não fugir e perfura seu peito com a espada rasgando até seu ombro "quase" diz ela enquanto Atros cai no chão com seu corpo em chamas.

[Elliz]:"Decidido então eu vou caçar os coelhos você me arranja um pouco de lenha,rapido assim poderemos ir pro proximo alvo"

Tudo estava normal,Atros põe a mão sobre seu ombro e vê que não havia ferida alguma "fuuu...assustador,com certeza você é um demônio"diz ele enquanto sai a procura de madeira.

[Elliz]:"Hehe seria o contrário você que se tornou um rato por não conseguir fazer uma luta justa"

Depois do café da manhã eles vão mais adentro do vale e encontram a cratéra tão profunda que não era visivel o chão dela.

[Atros]:"A gente vai descer isso tudo?não era melhor ter pegado no minimo uma corda ou varias"

[Elliz]:"Não vamos descer já que lá em baixo não tem nada importante.O que realmente queremos esta nessa cidade,veja" ao esticar a mão para a cratéra as rochas que estavam proximas se juntam na frente dela e marcações azuis aparecem sobre as rochas,ao se desfazer a cratéra lentamente some e casas aparecem no lugar.Quando tudo está formado pessoas são materializadas homens e mulheres caminhando nas ruas da cidade e crianças brincando de forma pacifica,não parece haver sinal de pobreza mas também não são ricos,todos usam roupas formais e mesmo se assustando um poucos ao ver uma dupla com roupas estranhas com espadas em suas cinturas ainda falam 'bom dia' ou oferecem algo para comprar.

Caminhando pela cidade o que mais atraiu a atenção de Elliz foi uma dupla de gêmeos falando sobre seu trabalho.

[gêmeo.A]:"Não acredito que pegamos um trabalho tão estranho,aquela familia chamar detetives pode nos render uma boa fama"

[gêmeo.B]:"Você acha que eles vão falar sobre isso...humpf não seja tolo se eles não chamaram a policia é porque querem manter tudo em segredo"

[gêmeo.A]:"Então vamos apenas receber o dinheiro?não é tão ruim de qualquer modo até porque eles são uma das familias mais ricas da cidade"

[gêmeo.B]:"tsc Ainda acho que seria melhor investir na guerra essa terceira onda poderia render boas terras...mas eles insistem em ficar nessa de ecônomia apenas interna até vendendo grão conseguiria muito nessa epóca"

[Elliz]:"Whoaa de quem estão falando?"

[gêmeo.A]:"Hackward-" "É super secreto mocinha espero que fique longe de nossa investigação" fala o outro enquanto tapa a boca do seu irmão.

[Elliz]:"hahaha foi mal atrapalhar os senhores parece que o que vão fazer é super importante então-Atros desmaia"

Ela da um soco na barriga de um e Atros da uma cotovelada no pescoço do outro"espera pra que a gente fez isso?não foi você que tava falando sobre honra de guerreiro" diz ele enquanto levanta os corpos dos gêmeos e os carrega até um beco.

[Elliz]:"Há um tempo atrás quando essa cidade ainda era real um evento aconteceu,houve uma explosão que levou tudo da cidade.E pelos poucos que sobraram afirmavam que se iniciou na mansão hackwards,o local onde estamos não passa da ultimas memórias dos mortos,eu planejava invadir a casa e me esconder até que chegar-se o momento então você atacaria o fragmento.

Mas já que esses bons homens decidiram nos ajudar então vamos aceitar de bom grato,vista as roupas deles e ache um meio de esconder o seu equipamento"

Então foram eles para a grande mansão usando as roupas dos detetives,Atros e Elliz possuiam quase a mesma altura então as roupas lhe cairam bem,dois ternos pretos assim como sapatos e calças que combinavam entre si,eram gêmos afinal de contas.A unica coisa que mudava era a cartola que estava com Atros e o chápeu sobre a cabeça de Elliz,o cabelo de ambos era grande e no fim realmente pareciam irmãos.

Ao se dirigir para a mansão eles são atendidos por uma empregada que ao entrarem encontram o sr. e sra. Hackwards esperando.

[Sra.H]:"Ohh é um prazer ve-los aqui supunho que sejam os detetives,espero que tenhamos um bom resultado para hoje"

[Sr.H]:"Não é de se esperar querida,pelo que desembolsamos vocês vão conseguir tudo da forma mais pacifica possivel certo?"

[Elliz]:"Claro que sim!(acena com a mão enquanto sorri)eu e meu irmão vamos fazer o possivel para resolver o ocorrido,não é mesmo irmão?"

[Atros]:"Sim,sim...bem antes,de tudo qual a situação atual e poderia me conta o que aconteceu?"

[Sr.H]:"Já esqueceu das informações que te demos...bem que seja.Alguns dias atrás um assassinato ocorreu e quem foi morto era um de nossos empregados,isso nunca havia ocorrido e todos os empregados são de extrema confiança.Mas quando perguntei eles relataram que nenhum bandido invadiu a casa,nada foi encontrado nos quartos dos empregados e e nenhum artefato foi roubado,nenhuma moeda foi roubada-por que alguem mataria um servo meu sem proprosito algum...é isso que preciso de vocês,não posso manchar o nome da familia ao verem que essa casa é tão vulneravel que eles poderiam cortar a cabeça de qualquer um aqui no momento que desejassem ou ter a audacia de pensar que teria um traidor em minha familia"

[Sra.H]:"Essa cidade está de pé pois é monopolizada por 4 familias,a nossa trabalha com a parte de segurança então vocês sabem o quão ruim e vergonhoso isso iria ser para nós,um desculpe-me esqueci totalmente os termos de educação irei preparar um pouco de chá"

[Atros]:"Obrigado senhora,senhor H. poderia chamar todos os moradores dessa mansão?assim já podemos ter ideia de como trabalhar e conhecimento de todos aqui.Não vamos esquecer que alguem aqui pode ser a proxima vitima"

[Sr.H]:"Perfeito,irei chamar todos para a salar,sentem-se e esperem por um momento"

Ele sai da sala caminhando com pressa,ao que parece ele está com medo de perder mais alguem.Sentando no sófa de luxo Elliz encara Atros com os olhos brilhando

[Elliz]:"Não sabia que podia fazer isso,pensei que se viesse sozinho iria matar todo mundo da cidade até o fragmento aparecer,devia ter enviado você sozinho,pelo menos o terno fica muito bem em mim"

[Atros]:"Quem pensa que sou hmm (ele coça a cabeça enquanto fala)eu era o lider da familia não lembra? traidores sempre apareciam e bandidos precisavam ser julgadas,aprender tudo foi minha função e se torna isso que sou agora é minha consequência hehe...pai dizia que eu era bonzinho demais ao por uma sentença mais elaborada que uma uma simples execução mas sempre sorria...as vezes tinha que ser executado mesmo...bem vamos terminar isso"

O Sr.H volta e junto dele está a Sra.H,4 Empregados:o jardineiro,cozinheiro ajudante,o guarda e o faxineiro,5 empregadas:a cuidadora,a cozinheira chefe,a camareira,a faxineira e a tutora,e por ultimo vinha o jovem filho do Sr.H.

[??]:"olá sou Talos Hackward,espero que tudo termine antes da proxima viajem,papai não podia deixar isso pra depois temos que resolver boas coisas sobre as vendes dessa estação"

Ele era mais velho que Atros e não se importava com o que iria acontecer com a fama da familia se ainda se mantesse ecônomicamente.

[Sr.H]:"Espere filho eles são muito melhores do que parecem com certeza vão terminar o trabalho ainda hoje"

[Atros]:"(cochichano)ei já sabe qual deles é o fragmento?"

[Elliz]:"(cochichando)ta achando que sou ferramenta magica,vamos ter que ver um pouco mais e analisar todos"

[Atros]:"Urg~Caro senhor cliente falta mais algum morador da mansão ou estes são todos e podemos começar?"

[Sra.H]:"Ah não ainda falta no nosso filho mais novo-ele já esta.vindo ai"

Passando pela porta um garoto palido aparece,seu cabelo cacheado,camisa branca e calças com as bocas enroladas até o joelho.

[???]:"Olá...eu sou...Enri Hackward é um prazer conhece-los".

Compartilhar: