Bem-vindo

Venha e junte-se a nós

  • Simples para publicar
  • Rápido feedback
  • Compartilhe com o mundo
/

Ou logue usando:

Esqueceu a Senha?

Capítulos (1 de 1) 17 Feb, 2019

Capitulo 1

"Toc toc".

Esse foi barulho que a porta fez após Lucas bater nela.

- Quem é? - Perguntam.

- Sou eu, Lucas.

- Ah, a porta tá aberta, pode entrar ai meu amigo.

Lucas gira a maçaneta, entra na casa, e o que vê assim que entra é uma grande sala, com vários restos de comida e várias roupas sujas jogadas pela casa e pelo sofá, onde estava André sentado jogando videogame, sem camisa, com o cabelo todo assanhado, fedendo e parecia que não tomava banho a dias.

- Cara, tu tá uma merda mano... – disse Lucas enquanto se aproximava de André com a mão no nariz.

- Relaxa...- André dá uma cuspida no chão. – senta ai meu camarada.

- Só quando tu tomar um banho, seu imundo.

André fica quieto por um momento.

- Ah, vai se lascar mano, tu vem aqui na porra da minha casa depois de tanto tempo e já chega reclamando mano, vai se foder. – Grita André enquanto joga.

– A casa é minha, eu fico do jeito que eu quiser, e deixo ela do jeito que eu quiser.

- Só to avisando né... – Diz Lucas enquanto olhava em volta da casa. – Tem algo na geladeira pra comer?

- Não sei bem, da uma olhada ai.

- Oh caramba, como assim não sabe? – Pergunta Lucas.

- Só olha a geladeira porra. – André respira – Eu to ocupado aqui, não vê que eu to jogando?

Naquele momento André estava jogando Call of Duty: Black Ops II, no seu velho PS3.

Lucas vai em direção a geladeira.

André abre as axilas por um momento.

- CARALHO, eu to fedendo pra caramba! – Grita André.

- Foi o que eu disse... – Lucas abre a geladeira, e olha para o que tem lá dentro – Mano, não tem basicamente nada nessa merda, tem uns ossos de frango num prato sujo, alguns outros restos de comida... e... E SÓ?

- Foi mal, eu esqueço de reabastecer a geladeira as vezes, olha se tem algo nas estantes.

- Só tem uns sacos de cheetos e doritos... VAZIOS! – Resmunga Lucas.

- Espera aí... tenho que matar uns inimigos aqui no jogo...

- COMO TU SOBREVIVE NESSA MIZÉRIA DE CASA MANO? – diz Lucas.

- Espera... Espera... Espera... to quase... quase... PRONTO!

André se levanta, desliga a TV, e coloca o joystick no sofá.

- Vou tomar um banho, já volto.

- Ainda bem – Disse Lucas enquanto espiava a cozinha.

André vai em seu quarto pegar uma toalha e umas roupas aparentemente limpas. E se dirige ao banheiro. Lucas vai ao sofá e se senta.

- Caraca, faz um tempo que não venho aqui, isso tá uma bagunça.

Passa-se um tempo, e Lucas começa a observar em volta dele, e de repente ele olha diretamente para o Rack de André.

– Caramba, CARAMBA! Não acredito. Isso é? ISSO É UMA COLEÇÃO DE JOJO'S BIZARRE ADVENTURE?

- Sim. – Diz André com uma voz sensata.

Lucas olha para ele, ele estava logo atrás do sofá, todo arrumado e perfumado.

- Então você finalmente completou a sua coleção de Jojo? – Perguntou Lucas.

- Demorou um pouco, mas finalmente, no mês passado eu terminei a coleção, investi um bocado nisso. – Responde André

- Caralho mano, nunca pensei que terminaria de colecionar, tem uns volumes muito raros de se achar, poderia me emprestar algum dia?

- Não sei, tu não gostava muito de Jojo antigamente. – Responde André

- É... eu sei... mas eu vi a adaptação e comecei a gostar muito, se poder algum dia, me empresta pra eu ler? – Pergunta Lucas.

- Não sei... Vou pensar no seu caso, cara, vamos logo vazar daqui, e comprar comida, to com muita fome mano, e tu também deve tá.

- Sim, minha barriga ta roncando aqui, a viagem foi longa.

André e Lucas saem da casa. André tranca a porta e os dois começam a andar.

- Cara... faz tanto tempo que eu não falo contigo... Depois do ensino médio tu meio que me abandonou... me diz ai, o que exatamente você veio fazer aqui Lucas?

- Como assim? Eu vim visitar um velho amigo. - Responde Lucas.

- Não. Eu te conheço, tu não viria aqui se não precisasse de mim pra algo. - Diz André.

- Mas eu to falando sério André. – diz Lucas.

- Não, não tá.

- É séri...- André interrompe – Não tá!

Ambos ficaram calados por um tempo enquanto ainda andavam em direção ao mercado.

- Eu não iria falar agora, mas já que você insiste... Você já leu Jogador Nº 1 ou Assistiu Sword Art Online né?

- Não faça perguntas idiotas, tu sabe que Ready Player One é meu livro e filme preferido. – Responde André.

- Eu preciso de você para testar um jogo novo. – Diz Lucas com uma voz séria.

- Como assim? – Pergunta André.

- É algo totalmente inovador, vai ser ao maior estilo Sword Art Online, ou ao OASIS de Jogador Numer... – André interrompe.

– "Ready Player One" por favor, eu odeio que falem o título em português.

- Então... é... acho que tu já entendeu o que eu quis dizer. – Diz Lucas.

- Mas porque eu? Não tem outra pessoa mais qualificada pra isso? – Pergunta André.

- Cara, serio que tu não ficou nem um pouco empolgado com a isso? Tá... mas... então... você é uma das pessoas que conheço que mais entende de vídeo games e cultura pop, e eu confio em você, então é por isso que eu lhe convoquei para isso.

- Não sei não cara... - Diz André.

- CARA. TU VAI GANHAR UMA BOA GRANA... – Lucas diz isso enquanto fica de frente pra André e segura seus ombros

-... E VAI PODER TESTAR ESSE JOGO QUE VAI SER ALGO SIMPLESMENTE INOVADOR E ÉPICO - Lucas parecia bastante sério.

André dá um tapa em uma das mãos de Lucas para ele soltar seus ombros.

- Não quero...

André apressa o passo, como se quisesse se distanciar de Lucas.

- André! Ei! Volta aqui! - Grita Lucas.

Lucas apressa o passo, quase tropeça, se aproxima de André e o puxa pelos ombros.

- Me solta! – Grita André, enquanto tira a mão de Lucas de seu ombro.

André começa a se distanciar de Lucas cada vez mais, tentando o deixar pra trás, Mas logo ele volta a sentir uma mão em seu ombro.

- Andr... - A voz foi interrompida por uma voz mais alta.

- ME DEIXAAA! - André gritará enquanto se virava e desferia um soco no rosto de Lucas.

Lucas caíra no chão. As pessoas em volta da calçada em que os dois estavam caminhando pararam por um momento, para olhar os dois.

- Lucas... Me desculpa... me desculpa... - Repetia André, paralisado, com as mãos tremendo e olhando para Lucas, que estava ainda no chão, com o nariz sangrando.

- Calma. Ta tudo bem, acho que eu merecia essa. Vou considerar que foi por todas as coisas ruins que te fiz passar na época do ensino médio. Lembra? eu fiquei com aquela tal de Luana... acho que era esse o nome dela, e você gostava dela né?

Lucas tenta se levantar meio atordoado, mas cai no chão novamente.

- Eu era seu único amigo e fui muito mal contigo, fiz muita merda durante o ensino médio, e quando tudo acabou, eu fui embora sem mais nem menos, me desculpa, eu não queria ter feito isso.

Lucas tentara se levantar novamente, sua visão estava esquisita, não conseguia distinguir o André de um poste na rua, o soco tinha sido com bastante força, estava tudo embaçado, quem era quem onde eles estavam? as pessoas andando na rua pareciam vultos. as luzes dos carros que passavam confundiam cada vez mais sua visão e sua mente, mas no meio de toda aquela confusão apareceu uma mão em sua frente, Lucas a segurou, e essa mão o puxou pra cima, ele estava em pé.

- Lucas, me diz por que você veio aqui? - Perguntou André.

- Mas eu ja te disse...

- Diga!

Lucas ficou em silencio por uns segundos. Seu olho esquerdo estava roxo, e seu nariz estava sangrando.

- Eu vim te convocar pro Projeto Alpha! hmm... é estranho dizer isso, parece nome tirado de filme de espionagem, mas enfim, esse é apenas um nome provisório, quer dizer, a gente já devia ter trocado o nome, o jogo já saiu de fase Alpha a tempos, desculpa, vou ser mais direto: Eu trabalho numa empresa chamada A.L.L Corp, essa empresa trabalha na criação de vídeo games... é... a gente pode sair daqui? isso tudo ta bem desconfortável, não to enxergando bem as coisas, mas tenho certeza que tem muita gente olhando pra cá...

- Continua explicando! - Disse André.

- Ta... Eu sou um dos desenvolvedores desse jogo, que como eu disse, será parecido com Jogador N... quero dizer... Ready Player One. Realidade Virtual. Preciso de você, você vai ser um dos poucos testers que vai poder entrar nesse jogo, ver, explorar e testar tudo que até agora foi feito, ele tá basicamente acabado, nós queremos lançar ele até o final do ano, daqui a 9 meses, você não precisa pagar nada, na verdade, você vai ganhar pra isso, testar o jogo e todas a funcionalidades dele, e você precisa manter segredo disso.

- Quanto eu vou ganhar? - Pergunta André

- Eu não tenho certeza ainda... mas não vai ser pouco. André, posso confiar em você?

- Eu... eu não sei - Responde com sinceridade.

- Por favor! - Lucas respira - Ta bom... tudo bem... você não precisa se não quiser, a decisão é sua.

Lucas sorri e pega no ombro de André - Foi bom te ver de novo, acho que já tá na hora de eu ir embora, você não acha?

André olha nos olhos de Lucas, ainda com um sorriso estampado no rosto, Lucas se vira, e começa a se distanciar... aquilo parecia um adeus.

- A gente ainda tem que ir comprar comida sabia? - Disse André com um tom de voz alto suficiente pra alcançar os ouvidos de Lucas que já estava um pouco distante.

- Desculpa, eu tinha esquecido - Lucas dizia isso enquanto soltava um sorriso maior que o anterior.

- Desculpas sou eu que lhe devo, olha o que eu fiz com a merda do seu rosto.

- Hahaha! não se preocupa com isso, deve tá melhor do que antes. - Disse Lucas à André.

Os dois começam a caminhar. 

Compartilhar: