Bem-vindo

Venha e junte-se a nós

  • Simples para publicar
  • Rápido feedback
  • Compartilhe com o mundo
/

Ou logue usando:

Esqueceu a Senha?

Capítulos (1 de 4) 02 May, 2018

Capitulo 1 : Justice Hand

‘’Está chovendo muito, as pessoas estão em suas casas enquanto você está aqui assaltando uma idosa’’ disse Justice Hand segurando o criminoso pelo pé em cima de um prédio.

- Por favor me solte eu vou devolver tudo e irei me entregar a policia não precisa usar a violência.

- Eu adoraria acreditar nisso, mas você não é o primeiro a me dizer isso, só a uma maneira de ensinar o seu tipo de gente

- Acha mesmo que me matando ira acabar com todo o mau do mundo, eu sou apenas mais um na multidão, além disso você não seria muito diferente de um assassino se me matar.

- Ah diferença sim entre nós, eu mato para salvar pessoas e você mata para roubá-las qualquer pessoa consegue ver isso.

- MALDITO O QUE É JUSTIÇA PARA VOCÊ ?

Justice Hand levante o bandido até a altura dos seus olhos e responde calmamente o bandido ‘’justiça para mim é acabar com o mal mesmo que para isso seja preciso usar medidas drásticas’’. Logo em seguida ele solta o pé do bandido o deixando morrer na queda.

Justice Hand pega a bolsa da senhora que o criminoso roubo e devolve a ela, a senhora pergunta o que ele fez com o bandido e ele responde, que o bandido jogou a bolsa no chão e saiu correndo, porém ele conseguiu pegar o bandido antes que sumisse e o entregou para os policias, a senhora respira aliviada e diz.

- Ainda bem, ele não é uma má pessoa só entrou nesse mundo por influência dos seus amigos.

- A senhora conhece ele ? pergunta Justice Hand

- Sim, ele é meu filho, eu estou muito aliviada em saber que nada de mal aconteceu com ele, muito obrigado Justice Hand você é um herói de verdade.

Justice Hand Fica assustado ao ouvir isso e sai dali com um olhar frio pensando ´´ o que eu fiz´´.

Mais tarde naquele mesmo dia, David que é o nome verdadeiro do herói Justice Hand, sai com a sua namorada Gwen, uma jovem professora loira que gosta de usar óculos de lente redonda, ela conhece David muito bem e sabe que algo o perturba. Antes que ela pudesse pergunta algo, David quebra o silencio perguntando para Gwen o que é justiça para você ?

Gwen fica curiosa para saber do porquê de tal pergunta e responder, David depois de escuta o que Gwen disse, começa a rir e fala ‘’ eu sabia que você e a responder isso, obrigado agora eu sei o que fazer’’ Gwen pergunta o que ele vai fazer e David responde que ira continuar trabalhando duro.

A noite a cidade fica ainda pior, guerra entre criminosos de famílias rivais exceto hoje, irá ter uma reunião muito importante entre os chefes das 3 maiores famílias do crime na rua clave, no bar 3kings um local bem simples por fora e bem elegante por dentro, 10 mesas com 4 cadeiras, bancos perto do balcão o barman, um homem velho da para ver isso pelos vários fios brancos no seu cabelo curto e na barba além disso o barman usa um tapa-olho com um símbolo estranho no olho direito, ele está enxugando um copo a porta se abre e dela entra 5 homens de terno preto e gravata com uma rosa branca no bolso do peito esquerdo e no lado direito o brasão da família Adler, logo em seguida entram mais 5 homens de terno vermelho e gravata com o brasão da família Löwe no peito esquerdo, após chegarem ao local, 1 de cada grupo saem e voltam com 2 senhores bem mais velhos aparentando ter em torno de 30 a 40 anos eles estavam se vestidos de forma igual aos outros 5 homens terno e graveta, um terno preto e o outro vermelho, os 2 se sentam nos bancos perto do balcão.

´´um Uísque sem gelo´´ disse o homem de terno vermelho, o homem bebeu todo o Uísque do copo numa só dose enquanto ele estendia a mão segurando o copo para o barman coloca mais uísque ele pergunto ao outro homem de terno.

- como vai a sua família Rico ? soube que você teve que manda eles para outra cidade por que estava com medo do nosso herói local, pergunta Marco.

- Minha família foi comprar as mais lindas flores de Heilig city para decorar o túmulo dos seus filhos. Responde Rico com um sorriso no rosto.

- Devo entender isso como uma ameaça?

- Entenda isso como um alerta do que acontecera caso essa reunião seja um fracasso, meu querido amigo Marco.

Os 2 homens estávam quase trocando socos quando a porta do bar se abre novamente e entra um homem bem mais jovem usando Blazer e acompanhado por uma bela mulher de cabelo preto e curto, vestindo um vestido vermelho sem nenhuma joia, esse homem se chama Olaf ele é o líder da família Pazzo e também foi quem organizou essa reunião.

- Calma meus queridos amigos estamos aqui para forma uma aliança não para nós matarmos.

- Diga logo o que quer acho muito difícil a gente conseguir chegar em um acordo, Disse Marco com raiva.

- Pelo menos nisso nós concordamos.

- Calma o que eu venho tratar com vocês hoje é muito sério, acho que já devem ter visto as notícias na tv sobre o nosso herói favorito ? Marco e Rico ficaram em silêncio.

- Justice Hand mata todos aqueles que julga vilões, mas claro que tudo isso longe das câmeras, todos nós já perdemos vários negócios importantes por causa dele e podemos perde coisas ainda mais importantes, como vocês sabem Justice Hand usa uma armadura dourada que parece ser impenetrável, porém eu encontrei algo que pode penetrar aquela armadura.

- Não me faça rir garoto, isso é impossível você mesmo viu aquela armadura é impenetrável meus homens já lançaram um foguete a queima roupa e não fez nem um arranhão, Disse Rico sem acreditar nas palavras de Olaf.

Olaf: Eu tenho algo aqui que irá arranhar até os ossos dele.

‘’ E que arma seria essa ?’’ Perguntou Marco com uma expressão séria em seu rosto.

Olaf olhar para a mulher e diz ‘’ Essa arma mortal está bem do meu lado’’

- hahahaha Você está querendo me dizer que a arma que destruirá aquele monstro é essa mulher ? Diz Marco rindo junto com Rico.

Olaf olha para a mulher e faz um sinal com a cabeça, a mulher cobre os seus braços com uma armadura idêntica à do Justice Hand, Rico e Marco olham assustado para a mulher.

- Como ela consegue fazer isso ? Pergunto Rico com os olhos arregalados.

- Eu lhes darei a formula para criar o seu próprio exército de Justice Hand se me ajudaram no meu plano, então temos um acordo ?

Marco e Rico sorriram, apertam as mãos como sinal de confirmação naquele momento uma forte aliança foi criada.

Domingo como de costume David levanta cedo se exercita, toma café e segue para a igreja ao chegar na igreja David nota que a mais gente do que o normal para aquele horário o mais estranho de tudo é que eram todos homens usando preto, David pensou que se tratava de uma missa para alguém e por isso se apressou para termina a sua oração logo. Uma mulher de vestido vermelho entra na igreja vai até David ajoelha-se e começa a rezar do lado dele.

- Você está orando para as pessoas que você matou ou que ainda ira matar ? Pergunto a bela mulher de vestido vermelho

- Quem são vocês ? perguntou David com a cabeça abaixada orando.

- Nós somos amigos das pessoas que você anda matando Justice Hand.

- Sabe o meu verdadeiro nome há estudou direitinho, não se sinta triste logo logo você estará ao lado dos seus amigos.

- Deus me perdoe por tamanho sacrilégio.

David ativa a armadura se transformando no Justice Hand sem perde tempo ele lança um soco na cara da mulher de vermelho que defende com uma mão coberta pela mesma armadura dourado de Justice Hand.

- COMO ISSO É POSSÍVEL!! ESSA ARMADURA É UMA BENÇÃO DE DEUS UM INSETO COMO VOCÊ NÃO PODERIA USAR. David fica espantado ao ver essa cena.

- Benção ? coisas como milagres, fé, céu e inferno só existem na cabeça daqueles que temem a cruel verdade desse mundo. Não a nada além da morte.

Justice Hand não se deixa abalar e diz - Eu irei arrancar essa armadura do seu corpo e depois te jogarei na fogueira herege maldito.

- Fogueira ? hahahaha isso é um tanto quanto rustico eu diria.

- PARA DE SOMBAR DA MINHA RELIGIÃO.

Os homens de preto começam a atirar no Justice Hand, vendo aquela igreja linda sendo destruída por tiros Justice Hand não vê outra escolha além de fugir dali então e pega e sai correndo pela porta da frente, lá fora nós céus Justice Hand tem todo o espaço que precisa para derrotar a mulher os 2 trocam socos e mais socos a batalha estava equilibrada até o momento que chega os homens de preto e começa novamente a atirar em Justice Hand pouco a pouco o nosso herói começa a ceder, sem poder fugir por que eles sabem a identidade secreta do Justice Hand, ele só enxerga uma chance de vitória.

Justice Hand se afasta e ergue os braço de rebente uma luz vinda dos céus ilumina Justice Hand o cobrindo totalmente.

- Você pode até ter a mesma armadura, mas sem fé essa armadura não tem poder algum.

- Deus conceda-me o poder para punir a alma dessa herege.

A luz fenece e em seu lugar surge a nova armadura do Justice Hand, ‘’ Julgamento’’ esse é o nome da armadura dourada com detalhes em vermelho e com um elmo semelhante a um rosto angelical, ela da a Justice Hand o poder de julgar a alma de alguém caso ele julgue a pessoa invalida de existir, 7 esferas de energia uma para cada pecado capital que a pessoa cometeu iram destruí-la.

- Eu invoco o tribunal celestial para julga a alma dessa mulher. Um imenso tribunal dourado aparece no meio do céu de Étum city, lá dentro a mulher está acorrentada a um cadeira equanto Justice Hand fica de pé na sua frente falando para várias estátuas ‘’ Ela é uma descrente e está agindo pelas forças do mal deixa-la viver só irá trazer caos ao mundo devemos acabar com o mal enquanto ainda a tempo, por isso eu julgo você como indigna de permanecer nesse mundo, quem mais concorda comigo ? ’’ Todas as estatuas erguem a cabeça como sinal de aprovação e superioridade.

Justice Hand lança as 7 esferas na mulher, mas para sua surpresa nada aconteceu ela continuava do mesmo jeito.

- Mas como isso é possível! Ele é uma agente do caos... deus o que está acontecendo?

A mulher quebra as correntes facilmente, abre um sorriso de deboche e diz - Eu te falei a sua crença não é nada, aonde está o seu deus agora ? você irá morrer aqui e agora.

A mulher lança Justice Hand no meio da rua ele se choca contra os carros que passavam por ali e causa um grande acidente, no topo dos prédios envolta está cheios de franco atiradores e a mulher ainda não sofreu nenhum dano grave, não á mais esperança para o nosso herói, ele fecha os olhos e espera o golpe de misericórdia.

- (aplausos) Eu não esperava menos de um herói como você Justice Hand, conseguiu lutar por muito tempo contra um exército sozinho.

- Speed X, o que você está fazendo aqui ?

- descansa ai depois a gente coloca o papo em dia.

- Estámos cercados por atiradores não a como vencer.

Speed X respondeu com um grande sorriso no rosto - Hm atiradores ? não estou vendo nenhum.

Quando Justice Hand olha para cima, todos os atiradores estávam desacordado, a mulher perde o controle depois de ver que todo os seus capangas foram derrotados tão rápido e parte para cima de Speed X ele percebe e jogar um granada de impacto nela, a granada acerta em cheio e ela cai no chão.

Speed X fica jogando uma granada pra cima e diz - Se você usa o mesmo poder que o meu amigo logo você tem as mesmas fraquezas.

- Desgraçado acha que eu vou perde só por causa de uma granada.

-Eu sei que não por isso eu trouxe um montão.

A mulher pega uma garota que estava dentro de um carro e usa como refém.

- Se afastem ou a garota morrer.

Speed X nem liga para a ameaça da mulher e pergunta para Justice Hand se ele já está pronto.

- Eu sempre estou pronto. Responde Justice Hand se levantando devagar do chão.

- Ótimo, no 3 em

- Estou avisando.

- 1 ... 2 ...... 3

O plano de Speed X não era atacar a mulher diretamente e sim ganhar tempo para que o Justice Hand se recuperasse quando ele contou até 3 as 2 balas paradas no alto do prédio foram em direção ao ombro da mulher, ela soltou a garota nesse exato momento Justice Hand pegou a garota e fugiu, logo em seguida Speed X jogou mais granadas derrotando a mulher.

Após a policia levar a mulher para a prisão, Jack, o Speed X e David vão comer em uma lanchonete.

- Eu posso saber o que traz você a minha cidade ? Diz David enquanto se acomoda na cadeira da lanchonete.

- Falando desse jeito parece que não gostou da minha visita – Respondeu rindo – Sossegue, eu vim apenas a trabalho.

- Nossa você está ficando bem famoso na vida ‘’ comum’’ isso não é bom você pode atrair atenção indesejada.

- Sim, eu tenho consciência disso. O dono do bar 3Kings me contratou ele recebeu muitas recomendações de clientes meus.

- 3Kings ? nunca ouvir falar.

- Eu sabia que você não iria conhecer, afinal você só bebe vinho hahaha.

- hahahaha tem razão

- Mudando de assunto como vai o seu namoro com Gwen ? já pediu ela em casamento ? pergunto sério em seguida deu uma mordida no cachorro quente e começou a mastigar bem devagar olhando seriamente para David.

- Bem eu estou esperando o momento certo para pedi-la em casamento você sabe como a vida de super heróis é difícil quase não sobra tempo pra gente.

- Você ainda está com medo dela dizer não!

- ehhh sim. David tenta inventar outra desculpa mais não consegue.

- Porra David você tem coragem para enfrentar qualquer um para salvar a vida de um inocente como acabou de fazer, mas tem medo de pedir uma mulher em casamento ?

- Tenha fé em si mesmo, hoje em dia são poucas as mulheres que segue os mandamentos da igreja à risca se ela te atura a mais de 2 anos isso só pode significar uma coisa amor.

- E se eu ainda não te convenci, lembre-se do nosso querido amigo Lucas que foi rejeitado pela mesma garota 9 vezes e na 10 ele finalmente conseguiu ouvir o sim.

- Mas ela não morreu depois ?

- Isso são apenas detalhes

- Hmmm Você está certo no próximo final de semana eu vou fazer o pedido.

- Porra por favor né.

- hahahaha

- Ainda falando sobre esses seres maravilhosos, quem é aquela mulher de vestido vermelho ? O clima muda totalmente.

- Ela entrou na igreja foi até mim e começou a dizer que eu tinha matado os seus amigos.

- Isso é impossível você é o mais bonzinho entre nós 4. Afirma revoltado.

- Eu mandei Jhoanna procura informações sobre ela no banco de dados e não apareceu nada nem mesmo uma foto.

- Estranho muito estranho talvez ela seja um novo membro de alguma das famílias e faz sentido se levar em conta o que ela disse.

- Eu não sei, mas se for com certeza eu descobrirei.

- Bom eu adoraria fica e conversa mais, porém está se formando uma tempestade no céu e eu ainda tenho que encontrar o bar.

- Tudo bem eu ajudaria se pudesse, até mais meu amigo. 

Compartilhar: