Bem-vindo

Venha e junte-se a nós

  • Simples para publicar
  • Rápido feedback
  • Compartilhe com o mundo
/

Ou logue usando:

Esqueceu a Senha?

Capítulos (3 de 8) 17 Aug, 2018

ROCK BAR

LUPPIN WALTER #

Após algumas horas de viagem, Luppin, Dellos e os outros caçadores que o acompanhavam, estacionam suas motos em frente ao local proposto por Dellos.

Luppin, com sua mão, levanta o chapéu para visualizar melhor o local no qual havia chegado. Ao olhar para a placa iluminada, sorri ao ver sobre o que se tratava o local.

(Luppin)- Um Rock bar, hein! Interessante, música boa já esta garantida.

O bar estava cheio e agitado, o local era sombrio e cheio de luzes coloridas, seus móveis eram de madeira, criando um clima exótico porém natural. Havia, também, um palco e uma área vasta para o pessoal observar a banda que tocava no momento.

(Luppin) - música ao vivo! Esse lugar e maneiro!

(Dellos)- este pessoal ja começou bem hahaha!!

(Caçador que acompanha )- vamos lá galera, hora de beber!!!

Após algumas horas, os caçadores ja haviam simpatizado o pessoal, em meio de bebidas e bagunça era visível como aproveitavam aquela festa. Luppin, no meio daquela alegria, estava rodeado de mulheres, todas encantadas com o seu jeito.

Enquanto Dellos, após algumas horas naquele alvoroço, decide se afastar, para recuperar um pouco o sentido.

Observando o local, ele se depara com uma moça, do outro lado do bar, em uma mesa.

(Dellos)- Alexis !..... Oque ela faz aqui ?

Então se aproxima.

A garota tomava sua bebida calmamente, como o bar estava agradável, havia decidido ficar mais um pouco, até que sente a aproximação de alguém , ao se virar fica surpresa ao ver quem era.

(Alexis)- Dellos ? Você por aqui? Que surpresa.

(Dellos)- Eu é que estou surpreso, a ultima coisa que iria esperar era encontrar uma fada em um bar.... haha!

Dito isso, o rapaz senta-se a frente da garota, que o observava fixamente.

(Alexis)- não há problema em uma fada beber, afinal, que graça tem ir a uma festa e não se embriagar um pouco?

(Dellos)- Olha só, eu me impressionando de novo com as fadas hahahaha!!

Alexis dá uma risada baixa, e ambos começam a conversar. Até que a banda no bar faz um silêncio e em seguida começa a tocar uma música lenta, num ritmo contagiante e romântico. Os casais por ali logo começaram a dançar.

(Dellos )- oque ? Música lenta em um Rock bar ? Mas quando foi que você voltou ? Eu pensava que você iria se juntar aos outros e não voltar mais para otherworld... Ao menos, foi o que disse.

(Alexis)- Sobre o nosso passado, eu desejo não fala sobre isso agora. Estamos numa festa, não quero lembrar sobre coisas ruins, vamos apenas conversar e nos divertir.

(Dellos)- tudo bem, você que decide, afinal, é uma festa então vamos aproveitar o momento.

Assim que música começa a tocar no bar e todos começam a dançar Alexis maravilhada com o momento, se levanta.

Dellos fica curioso com sua ação, mas decide apenas ficar quieto esperando a sua palavra.

(Alexis)- Já que é para aproveitar o momento... vamos dançar! Essa música é muito bonita, e, ver tantas pessoas dançando, me faz querer dançar também. Já que você está aqui, por que não dançamos?

(Dellos )- dançar? Como assim ? Você está bêbada Alexis?

(Alexis )- apenas venha logo, garoto.

Ela puxa um Dellos hesitante pelos braços, fazendo-o ficar de frente para ela. Quando os olhares de ambos se cruzam, Alexis sorri.

(Alexis)- não seja tímido, apenas siga os meus passos.

Os dois começam a dançar ao som daquela música que fazia com que o momento fosse único, especial.

Seguindo os passos da garota, Dellos olhava diretamente em seus olhos, e sua mente era tomada por momentos bonitos que haviam passado juntos há um tempo atrás. Momentos que faziam seu coração palpitar. Momentos que nunca voltariam.

Embora se movesse desajeitado, e se achasse um completo idiota, em seu rosto surgia a sombra de um sorriso. Poderia parecer um estupido, mas estava fazendo aquilo porque Alexis havia pedido, e independente do que fosse, cada momento com ela era precioso. E mesmo ali, pareciam que estavam só os dois no mundo. Ele, com aquela dança desajeitada, e ela, com aquele sorriso brilhante que o fazia se perder. Apenas os dois...

(Alexis)- olha só, até que você está dançando bem para uma primeira vez. Isso é uma evolução talvez, se você se soltar um pouco mais....

(Dellos )- Não gosto de dançar... E você sabe disso ....

(Alexis)- Então porque dança ?

(Dellos)- Porque a pessoa que pediu, sabe convencer.

(Alexis)- Seu bobo - ela sorri de forma tímida.

(Dellos)- Queria poder viver aqueles momentos de novo.

Alexis muda a expressão ao ouvir as palavras de Dellos.

(Alexis)- Dellos .... não começa....

(Dellos)- Não começar o que? Eu só estou falando o que sinto, eu ainda te amo e você sabe disso.

(Alexis )- Eu já estou indo...

Ela faz menção de se afastar, e quando está se virando em direção a porta, Dellos a segura pelo braço, e Alexis pára, sem se virar.

(Dellos)- Porque você está agindo assim ?

(Alexis) - Eu e você... não podemos mais viver juntos.... E não podemos nos ver também, eu estive evitando isso, e agora que te vi......

(Dellos)- Alexis, me diga... Por que não pode me ver mais? Me diga apenas isso... Uma vez que passamos pelo que passamos... Eu mereço uma explicação.

Alexis se vira para o rapaz. Seus olhos já marejados, tomados pela tristeza.

(Alexis)- Dellos..... Eu ..... estou noiva. Vou me casar com outra pessoa.

Ao ouvir essas palavras, Dellos apenas solta o braço da garota, que se vira e vai embora.

Compartilhar: